Buscar
  • Dr Motta

Como criar uma experiência arrebatadora no consultório.

Atualizado: Set 15

Quando falamos de experiência no consultório, nos referimos ao dentista, ao paciente e ao consultório. Então, como organizar tudo isso da melhor forma com a Cama Odontológica?



Antes de iniciarmos o texto, vale ressaltar que não existe diferença quanto a ocupação do espaço em seu consultório, com a Cama Odontológica ou cadeira odontológica. Devemos considerar, neste caso, a cadeira em posição de trabalho (inclinada ou deitada) e o espaço necessário para a “técnica do relógio”.

Uma vantagem da Cama Odontológica é que o dentista atende como se estivesse em um escritório e com uma mesa ao redor para os equipamentos, otimizando o espaço.


O consultório com a Cama Odontológica


O paciente já tem em mente uma imagem formada de um consultório odontológico com a cadeira, todos os acessórios e instrumentais poluindo o ambiente. Já no caso do consultório com a Cama Odontológica, o espaço se torna clean, o minimalismo e a desinstitucionalização passam para o paciente um design arrebatador que ele percebe ao entrar no consultório.

Este modelo de consultório mostrado nas fotos abaixo foi inspirado no trabalho do arquiteto Fran Silveste que trouxe para o consultório uma desinstitucionalização do ambiente sem deixar de lado a tecnologia orientada e organizada de forma prática, otimizando a produtividade.


































O Equipo


O equipo tem uma movimentação que permite uma rotação completa para que os engates fiquem sempre voltados para o dentista. A Cama Odontológica é um equipamento ambidestro, conforme pode ser visto na imagem abaixo onde a dentista é canhota e ajeitou o espaço da forma mais confortável para o seu trabalho.



Mesas auxiliares


A mesa auxiliar pode ser posicionada tanto do lado esquerdo quanto do lado direito.

Uma estratégia de espaço muito interessante é posicionar as mesas auxiliares (com ou sem bancadas) na mesma linha de uso.


Ultrassom


Uma maneira interessante de posicionar o ultrassom é deixa-lo em cima do equipo, para facilitar o uso. A dica é ter o ultrassom separado, facilitando possível manutenção.


Instrumentais


Os instrumentais devem ser separados em bandejas que serão trocadas ao longo do

atendimento. Essas bandejas são colocadas em um espaço na frente do profissional,

aumentando a segurança. Perceba que a bandeja fica em uma distância segura e que não fica no campo de visão do paciente. Mesmo com esta vantagem, uma dica é cobrir com

lençol cirúrgico para eliminar completamente a possibilidade de crianças ou odontofóbicos visualizarem os instrumentais.


Sugador


Uma boa dica é colocar os tubos estéreis como intermediário, trazendo conforto e segurança para o apoio na boca do paciente. O sugador deve estar posicionado na saída da glândula parótida, o ajuste do dentista é feito para acomodar o sugador na boca

conforme a movimentação da cabeça.


Lençóis

Campos cirúrgicos podem ser colocados nos pacientes para acolher e proteger. Por exemplo, pacientes vestindo saia e roupas com decotes ou pacientes com frio pelo uso do ar condicionado se sentirão melhor com o uso dos Lençóis.


Televisão


A televisão é um objeto de entretenimento e de venda. Para posicionarmos como entretenimento a melhor posição é deixando no campo de visão do paciente enquanto estiver sendo atendido, pois na hora que precisar abrir a boca vai tranquilamente visualizar a televisão. Deixe o paciente escolher seu entretenimento favorito. Quando o objetivo for a venda, utilizar a televisão para divulgar os seus produtos (tratamentos), depoimentos de outros pacientes e trabalhos realizados.

Mobile First


Uma forma de melhorar a experiência do dentista e do paciente é a praticidade. Com a tecnologia que temos nos celulares de hoje podemos tranquilamente substituir acessórios dos consultórios, como por exemplo as câmeras intra orais. Conseguimos fotos com altíssima qualidade utilizando o próprio celular onde com duas ou três fotos temos toda a arcada dentária, podendo inclusive ser projetada na televisão através da

sincronização automática e sem fio.

Esse procedimento facilita muito a avaliação do dentista que terá o tempo necessário para fazer a visualização, sem ter que pedir para o paciente manter a boca aberta, além de analisar com mais detalhes utilizando a função de “zoom”. Outra vantagem é na hora de vender o tratamento para o paciente, pois ao ver a própria boca na televisão ele compreende a necessidade de cada tipo de tratamento aconselhado.


Esses elementos elaborados concomitantes formarão uma experiência arrebatadora para dentista e paciente.


Dr. Roberto Motta

CRO: 105109

18 visualizações

Todos os direitos reservados.

 CNPJ: 27.818.760/0001-67

São Paulo-SP  

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube